Wednesday, 16 April 2008

2012

Estava aqui limpando camarão e pensando nas formas de vida do mar. Me lembrei dos navios japoneses que vem aqui nos mares do sul caçarem milhares de baleias por ano e alegam terem autorização de captura para "fins de pesquisa". Para pesquisar novos menus nos restaurantes, imagino. O Peter Garret do Midnight Oil e agora também ministro do meio ambiente da Australia tá puto da cara. Alguma coisa vai ser feita a respeito, tomara. E a nossa Amazônia? O nosso presidente disse há um tempo atrás que não precisamos nos preocupar tanto, o desmatamento da nossa selva não está tão acelerado assim. Tenho um recado para você Luis Inácio, e tomara que isso chegue à você de algum modo: VAI TOMAR NO TEU CÚ!

Segundo a cultura Maia, no final de 2012 fecha-se um ciclo de 5125 anos e a partir daí começa-se uma nova fase de consciência humana. Há muita controvérsia nesse assunto e pode ser que não aconteça nada. O que acho é que do jeito que o mundo está se acabando, a Antártida derretendo, secas, aquecimento global, previsão de escassez de petróleo, pode acontecer de haver uma grande consciência mundial para salvarmos nosso planeta e economizarmos os recursos naturais, ou não. Tem muito binarda no mundo, principalmente no poder. Alguém lembra do Live Earth do ano passado? A maioria não lembra mais. Passou aqui na tv da Nova Zelandia a Xuxa cantando Ilariê no Rio e falando para pensarmos positivo, só pensar, energia positiva e o mundo vai se salvar... patético. Tu também Xuxa, vai tomar no cú. Sim, estou brabo, e com a testa franzida.

Não sei onde estarei em 2012 e não sei o que estarei fazendo. Não sei se isso é bom ou ruim, eu gosto do desconhecido. Quero estar bem, só isso que sei. E quero ver se alguma coisa vai realmente acontecer. Eu acredito que possa acontecer sim, quem sabe? Temos que viver mais 4 anos para saber.

2 comments:

Rodrigo Kammer said...

tá revoltado, né truta?
mandou duas pessoas tomar no cú em um post só...

Little Doll.. said...

nossa, 2 pessoas tomar no stitz! e olha q são 'importantes' (pro mundinho das crianças e dos analfabetos e baixa renda)
ainda bem que temos liberdade de expressão!
só isso...