Tuesday, 23 September 2008

Ponha a mão na massa

É muito importante sermos independentes. Quanto menos dependermos de outros melhor. E ao mesmo tempo que nos tornamos independentes sempre aprendemos algo. Nunca me imaginei mexendo no meu carro, desmontando e consertando. Um mecânico talvez nunca tenha imaginado viajar pelo mundo afora. Aprendi a cozinhar quando vim pra cá, e aprendi muitas outras coisas também. Eu que de carro não manjava quase nada agora já sei um pouco mais simplesmente porque eu meti a mão. Todo mundo faz isso, por que eu não posso também? Não dá nada sujar a mão. E muitas vezes podemos economizar horrores de dinheiro.

Começei de leve, aprendi a trocar a água do radiador, dando uma lavada por dentro dele, completar com água e anti-freezing/boiling. Trocar o óleo e o filtro veio logo depois, sem muito segredo também. Custa NZ$ 80 uma troca de óleo numa oficina e tem que marcar hora e perder uma tarde inteira de trabalho. Eu faço a mesma troca num fim de semana em menos de meia-hora, com um custo de 30 pila (óleo e filtro). E há umas semanas atrás uma velhinha no trânsito me cortou a frente e acabei batendo nela. Acabei fazendo o trabalho, apesar de ter sido reembolsado pela seguradora dela. Carro quebrou? Ligue para Auto Mecânica Amaral Ltda.

Trocar pneu é passar musse no pão!




3 comments:

Wendel said...

se liga...essas fotos ai são tudo fachada.
tu tava na oficina e bateu foto se passando de mecânico.
hahahaha
mas sério, eu quando era moleque sempre arrumava minha bike.
e uso os conhecimentos adquiridos sobre tensão de corrente, cabos, raios e afins pra deixar minha moto sempre firme.
mas beleza, quando eu precisar de conserto eu te chamo aqui no brasil huahua

rodrigao.net said...

é truta, independência é difícil. Lembro a primeira vez que eu fui ao Foodtown quando morei em Auck, depois de cinqüenta minutos andando no supermercado sai de lá com apenas uma sacola de comida congelada, não sabia o que comprar. Em alguns meses eu fazia o melhor strogonof da NZ.

Eu não entendo nada de carro, tu tá ligado que até uns três ou quatro anos atrás nem carteira eu tinha. Todos os problemas relacionados ao carro pra mim são sempre chatos de resolver. Eu tenho que aprender um pouco de carros.

Kelli said...

Massa!