Sunday, 30 November 2008

Kings of Leon em Wellington

Apesar de já haver recebido a confirmação via email, somente hoje que respirei e fiquei tranquilo ao receber os ingressos pelo correio. Sim, vou ver Kings of Leon ao vivo, a banda mais legal e descolada do momento! Eu e a minha gata, em Março em Wellington!

Estava na frente do computador no dia e hora que os ingressos estariam disponíveis à venda. Esgotaram-se em menos de uma hora e com muita sorte garanti o meu, que levou um tempo danado para conseguir. O site estava muito congestionado e demorava muito para carregar as páginas, e na hora de processar a cobrança no cartão deu um erro e disse que não havia confirmado a compra. Depois de mandar um email para verificarem descrobri que realmente havia comprado os tkts. O show será num teatro, onde normalmente removem as cadeiras do primeiro nível pra galera se quebrar. Mas vamos ficar lá em cima, vendo tudo sentadinhos e bonitos. Já estou muito velho para estar me espremendo na multidão, já se foram os bons anos de Skol Rock. E com a minha mina junto lá no meio de um monte de porra loca, é incomodação garantida.

Conheci a banda há vários anos atrás quando eu tocava com o Victor Hugo e o Endrigo, tocávamos Molly Chambers, do primeiro disco Youth And Manhood de 2003. Somente ano passado com o lançamento de Because Of The Times eu descobri que a banda ainda estava na ativa. Achava que eles já estavam extintos. E eles mudaram seu estilo, deixando um pouco de lado o rock caipira que marcou o primeiro disco para um conceito mais alternativo, que na minha opinião lembra muito o som que o Stone Temple Pilots fazia. E às vezes percebo influências de outras bandas tais como The Strokes, Pixies e até mesmo Placebo.

E em Setembro deste ano lançaram o matador Only By The Night que emplacou primeiro lugar aqui, na Austrália e Reino Unido, conseguiu o primeiro lugar na Irlanda com o single Sex on Fire, música esta que alcançou a segunda colocação na Billboard.

Será a quarta vez que a família Followill tocará na Nova Zelândia. A banda é composta pelos irmãos Caleb (voz, guitarra), Nathan (bateria), Jared (baixo) e o primo Matthew (guitarra).



Saturday, 22 November 2008

O nome mais longo do mundo

Há um bom tempo atrás estava vendo um mapa da Nova Zelândia e me deparei com um nome um tanto que longo, para um simples morro de apenas 305 metros de altitude, absolutamente no meio do nada, num lugar pouco habitado na Ilha Norte. Pesquisando mais a fundo descobri que este nome está no Guinness Book Of Records, sendo o maior nome de um lugar no mundo, eis o nome:

Taumatawhakatangihangakoauauotamateapokaiwhenuakitanatahu



Uma palavra (na verdade uma história inteira) de 85 letras, em Maori que significa: "O cume onde Tamatea, o homem de joelhos grandes, o escalador de montanhas, o engolidor de terras que viajava por ali, tocou flauta nasal para sua amada".

Há uma briga pelo maior nome do mundo. A capital da Tailândia possui um outro nome ainda mais longo, mas não é reconhecido como recorde pois os habitantes não o utilizam no dia-a-dia, chamando a cidade simplesmente de Bangkok. Pelo que pesquisei alguns sites dizem que Bangkok é o recorde, outros apontam Taumata.

Estava com vontade de ir lá e conferir o lugar mas quer saber, não deve passar de um lugar no meio do nada, longe pra caralho e pelo que parece o cenário lá é aquele mesmo comum que pode ser visto em boa parte da Ilha Norte, que lembra o bairro Belchior em Gaspar-SC. (Valeu Xunda pelo Belchior, muito boa essa!). Veja a foto abaixo que copiei da página wiki deste lugar:



Um lugar muito pouco divulgado com uma simples placa no meio de colinas e pastos com vacas e ovelhas... já vi muito disso, obrigado!

Sunday, 16 November 2008

Sub 17

Terminou ontem a primeira copa do mundo de futebol feminino sub-17. E foi realizada aqui na Nova Zelândia. Coitada das meninas do Brasil, levaram um pau e não passaram da primeira fase, sequer venceram um jogo. E a final foi Coréia do Norte contra os EUA. E deu Coréia, um dos países da lista negra dos states, mas que eles se pelam de medo de fazer algo pois sabem que o tiozão lá é louco de verdade!

Não acompanhei o torneio, mas acredito que o nível não foi lá aquelas coisas. Não dá pra acreditar neste gol, na final da copa! Cobrança de lateral, gol de mão! E a bola ainda pingou uma vez no chão! Deusolivre! Nunca vi nada igual!

Um fato interessante: as mulheres da Nova Zelândia hoje em dia estão jogando mais futebol do que netball. Um dia esse "esporte" ainda vai morrer!

Sunday, 9 November 2008

O fim da era Helen Clark

John Key, o novo primeiro ministroPor nove anos Helen Clarke (Labour Party) foi a primeira ministra da Nova Zelândia. E no último sábado não conseguiu se releger pela quarta vez consecutiva, perdendo para John Key (foto), do National Party. Sinceramente eu achava esse cara meio binarda. Tem a maior cara de deputado estadual do PFL, tá ligado? Daqueles políticos bem mequetrefes cheios de blá blá blá. Mas depois da entrevista com ele que eu vi ontem à noite já não o achei tão binarda. Ele está somente há 6 anos na política e isso é bom pois não possui certos vícios políticos. Além de parecer estar sabendo o que diz.

A Helen Clarke trouxe estabilidade para o país durante seu mandato, mas o povo decidiu que estava na hora de mudar. Muita gente aqui reclama e acha ruim o governo, que cobra apenas um único imposto e te paga salário para ficar em casa vagabundeando. Gasolina custa $1.62 o litro e o salário mínimo é $12/hora. Vão para o Brasil para ver o que é bom! É o que eu digo para eles. Vamos ver o que acontece nos próximos meses. É um período delicado e aqui também já existem alguns sinais da recessão mundial.

E só para constar: Eu jurava que o Obama não ganharia nos states. Sério mesmo não achava que os americanos estavam preparados para aceitar um negro como presidente do país. Agora tu também negão vai ter que mostrar se tu é bom de verdade.

Wednesday, 5 November 2008

Guy Fawkes Parte 2

E na manhã do dia 5, à 11 horas, estava entrando na The Warehouse. É uma loja, ainda que fuleira, muito útil no cotidiano de todos os kiwis, e tenho certeza que todo brasileiro que já morou aqui sente falta de uma dessas no Brasil. Imagine uma mistura de lojas Renner, Millium, Brunetti Discos e Auto Peças Poffo Ltda. É tudo isso e muito mais, sendo que aproximadamente 120% dos produtos vendidos lá são made in China, sério mesmo! Nesta loja é comum passar no caixa e te cobrarem menos do que está na etiqueta. E às vezes o produto já está com preço descontado, e ainda fica mais barato. Não é à toa que o slogan da loja é "Where everyone gets a bargain", onde todo mundo ganha um desconto!

Voltando ao Guy Fawkes... não precisei dar mais que 5 passos dentro da loja para me deparar com uma pilha de fogos de artifício, de todos os sabores. Haviam isolado uma área ao lado onde haviam caixas fechadas, que imagino eu terem sido recém descarregadas do container, e os funcionários iam reabastecendo a pilha à medida que o povo desesperado agarrava o máximo que podia. Parecia tropa da ONU dando comida na África.

Escolhi um dos sabores, que tinha uma foto do foguete esplodindo coloridamente, muito bonito. Comprei duas caixas com 50 em cada pela bagatela de 15 pila. Mas à noite quando fui acender não era nada mais do que buscapé de festa junina. Nem tão fuleiro na real, até que ele explodia massa, mudando de cor e tal. E aí desisti de guardar alguns para o reveillon. Queimei todos os 100 só de raiva... aliás, tem ainda 2 restantes, que achei perdidos no gramado hoje pela manhã...

Monday, 3 November 2008

Guy Fawkes

Guy Fawkes foi um inglês muito famoso por planejar um plano para matar o Rei James I, toda sua família e mais uns paus-no-cú, tudo isso em 1605. Eles haviam escondido 800kg de pólvora em barris no porão do Palácio de Westminster em Londres. E os oficiais acabaram descobrindo o plano e pegaram o cabra e sua turminha bem na hora que ele estava com a tocha pronta para acender. Ele se suicidaria neste atentado terrorista. Todos foram presos e condenados por atentado ao tesouro e governo e a punição era a pena de morte, da seguinte maneira, que era o "padrão" no Reino Unido até bem pouco tempo atrás (1814):

1 - Enforcavam o cara até ele estar quase morto;
2 - Tiravam da forca e faziam um corte na barriga e retiravam as tripas, com o cara ainda vivo;
3 - Cortavam o corpo em quatro partes e por último decapitavam o cara;

As mulheres eles pegavam mais leve, somente queimavam-nas vivas na fogueira, como as bruxas. Porra os caras eram pior que o Jigsaw, francamente!

Mas onde quero chegar é que amanhã, 5 de Novembro, é o Guy Fawkes Day. Comemorado no Reino Unido e alguns países colonizados por eles, incluindo a Nova Zelândia. E aí para comemorar todo mundo solta fogos de artifício, parece ano novo. No meu primeiro ano aqui tinha um mercadinho do chinês que não parava de vender fogos num certo dia, e o próprio chinaman não soube me responder porque. Fui entender somente no outro ano.

Mas o mais interessante é que fogos de artifício são proibidos aqui! Você acha que tem rojão cabeça-de-nego pra vender ali na mercearia da esquina? Que nada! E no reveillon somente profissionais lidam com os fogos, fazendo os espetáculos que todos nós já conhecemos. Ou seja, no Guy Fawkes Day todo mundo fica bobo e sai gastando horrores com bombinhas, foguetes e o caralho a quatro, pois é o único dia que eles podem!

Durante o ano inteiro não posso comprar fogos de artifício, mas toda semana estou lidando com uma bomba de gasolina, pois aqui não tem frentista nos postos, todo mundo abastece seu próprio veículo. Me diga o que é pior, detonar um rojãozinho inofensivo ou detonar um quarteirão inteiro numa explosão? Francamente mais uma vez... hein? Já estou prometendo há um tempão escrever sobre as barbaridades e calamidades da Nova Zelândia, um dia sai!

E aí como ninguém é acostumado a manejar fogos de artifício, todo ano acontece um monte de acidentes, principalmente pessoas embreagadas mirando o foguete no amigo ao lado. Nós brasileiros temos a manha da parada, pois acendemos várias vezes durante o ano, e são muito menos acidentes, proporcionalmente.

E amanhã talvez eu compre uns foguetes, mas vou guardar para 31/12!

Sunday, 2 November 2008

I want to play a game...

Ontem à noite fui asisstir o tão esperado Saw V, conhecido no Brasil como Jogos Mortais. Não sou do tipo de estragar supresas, então não vou entrar em detalhes. Embora havia lido há um tempo atrás que a série iria até o sexto filme, na propaganda na tv aqui anunciava o quinto como o último. Pura mentira!!! hahaha acho que eles se arrependeram de ter matado o John Kramer (Tobin Bell) no terceiro filme. Mas aí toda a trama já está armada, com o filme indo e voltando no tempo, o volume 5 conta a história do detetive Hoffmann e como ele se envolveu com o Jigsaw quando ele... bom já contei demais, vão assistir!